terça-feira, 20 de outubro de 2015

Quando Se Perde Seu Animal e Amigo | O Amor de Um Cachorro

Olá pessoas. Hoje o texto é um pensamento, um desabafo. Para quem tem animais em casa e os ama mais que tudo, talvez este texto irá ser de maior compreensão. Mas antes de começarem a leitura, convido a todos para dar play e ouvirem uma canção que adoro: If We Hold On Together, interpretado pela talentosa Diana Ross, o música é tema de um filme infantil que me marcou muito: Em Busca do Vale Encantado.


Cachorro

A cachorra chegou em casa ainda filhote, uma bolinha preta recém desmamada, logo que a vi, o nome saiu: Bombom, nossa Bombom. Ela era da raça Dachshund 100% pura, mas a raça pouco nos importava e tão pouco a porcentagem de sua suposta linhagem. Bombom cresceu conosco, um membro da família, e durante os seus 16 anos de vida, ela se destacou por ser uma menina muito obediente e infelizmente carente, carente demais, o que exigia de nós uma atenção extra diante seus olhares suplicantes.

A verdade é que não há muito o que dizer sobre minha Bombom, com seus 10 kg espalhados por um corpo realmente comprido, ela nos deixa uma saudade que arrebenta a alma e entristece o coração de tal forma que não há extensão de frases e amontoados de palavras que poderiam alcançar a dimensão da saudade.

Cachorro

Em meio ao seus últimos suspiros e agonia no meu colo, a Bombom partiu sem deixar falhas em sua existência, pois durante mais de uma década ela foi tudo que alguém poderia esperar de um cão. Por outro lado, há um tristeza ainda muito particular, pois em meio a três cães que eu tenho, a Bombom de certa forma era a mais triste, mais silenciosa e fiel, com ela não havia um chamado sem vir, não havia um "fica quieta" sem que ficasse, com ela não havia teimosias, Bombom era o tipo de cachorra que entendia as broncas com o olhar, que sabia seu espaço e não exigia muito, a não ser um afago na cabeça quase que constante.

Bombom também não negava que sua maior preocupação durante seu ciclo conosco era realmente nós, pois enquanto meus outros dois cachorros brincavam ou latiam de forma muito canina e festiva, a Bombom a cada chegada nossa na casa era apenas um gesto: o silêncio com um olhar profundo, seguido de nos acompanhar lentamente até os cômodos da casa. É, não é fácil, e quem pensa que só foi mais um cachorro qualquer, não sabe certamente que perder uma doce Bombom é perder um pedaço de si, pois minha cachorrinha, que eu gostava de chamar nos últimos anos de "Bobis Velha" foi uma grande parceira, até nas horas de dormir, o seu roquinho baixo também fará falta do lado da minha cama.

Cachorro

Cachorro

Amem seus cachorros mais, sempre mais. Pois eu ão conheço um ser humano que nos ame igual eles, não crie seus cães de forma leviana, amarrados em um corredor solitários ou abandonados do lado de fora da casa como se fossem um pedaço indigno de qualquer coisa. Passem a entendê-los melhor, olhar nos olhos, conversar e os por no colo já ajuda. Não neguem carinho a quem só quer realmente isso: carinho.

"Se fosse possível escrever a história de todos os cães que amaram e foram amados pela raça humana, cada história de um cão se pareceria com todas as outras histórias. Seria uma história de amor." (James Douglas).

“Cães não precisam de carros luxuosos, casas grandes ou de roupas chiques. Água e alimento já são o suficiente. Um cachorro não liga se você é rico ou pobre. Esperto ou não. Inteligente ou não. Entregue o seu coração e ele dará o dele. De quantas pessoas podemos dizer o mesmo? Quantas pessoas fazem você se sentir raro, puro e especial? Quantas pessoas nos fazem sentir extraordinários?” (John Grogan).

Cachorro

Obrigado Bombom, obrigado por ser nossa pet por estes onos, por ser nossa dog companheira. Obrigado Bombom por ser fantástica! Hoje, enrolada em sua cobertinha em que dormiu os último anos do lado da minha cama (se bem que algumas madrugadas ela fugia para a minha cama), ela foi enterrada, mais há um lugar que ela jamais morrerá, e este lugar está vidvo por nós da família por muitas décadas ainda. 

15 comentários :

  1. "Ela nos deixa uma saudade que arrebenta a alma e entristece o coração de tal forma que não há extensão de frases e amontoados de palavras que poderiam alcançar a dimensão da saudade"
    Lindíssima homenagem! Chorei muito...
    Um abraço com carinho e admiração.



    ResponderExcluir
  2. Nossa Edu, nossos sentimentos e do Logan(schnauzer)... Um abraço carinhoso para tentar confortar seu coração num momento desse. Acredito que Bombom está com São Francisco de Assis e eles estão com vc.

    ResponderExcluir
  3. Post emocionante! Tenho quatro gatos e já perdi dois. A dor é terrível e eu não sei como tem gente que tem animais de estimação e os trata levianamente, como você disse. Eles fazem parte de nós!
    Te desejo muita força!

    ResponderExcluir
  4. Que linda história de amor!!! Só quem ama um filho de 4 patinhas é capaz de entender tanta devoção, por acaso o meu completa 10 anos amanhã, e eu o amo mais a cada dia. Com certeza vc viveu intensamente esses anos com sua Bombom e o tempo trará conforto ao seu coração, fica esse amor sem fim e claro, muita saudade!

    ResponderExcluir
  5. meus pêsames Edu, sei como é perder um animal de estimação que gostamos muito, é realmente um companheirismo e uma fidelidade enorme que os pets portam para com nós!!

    ResponderExcluir
  6. Que dó. Sempre me emociono com histórias assim. Tenho um poodle que está conosco há 8 anos e ele é um xodó. Realmente um cão nos faz sentir especiais. Nos amam incondicionalmente. Uma vez o meu fugiu e ficou 2 dias sumido.Eu desabei, achei que nunca mais encontraria ele novamente.Até que conseguimos encontra-lo e muitas pessoas se envolveram na busca por ele, me ligavam, deixavam mensagens de apoio no meu face. Acho que hoje em dia muitos sabem e possuem um animal de estimação e o apego que temos a eles. O meu é a minha sombra branca, onde vou ele vai atrás. Dorme comigo, sente ciumes, é até engraçado. Não consigo imaginar como será quando ele se for. Forças ai!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Lílian! Muita saúde pro seu poodle!

      Excluir
  7. "não crie seus cães de forma leviana, amarrados em um corredor solitários ou abandonados do lado de fora da casa como se fossem um pedaço indigno de qualquer coisa."
    Nossa, chorei tanto...
    Parabens por tudo que voçê falou nesse post, passei a te admirar ainda mais..
    Que voçe continue sempre olhando no olho de cada animalzinho.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO, antes de comentar:

Caso seu comentário seja de dúvidas pessoais, como: "o que usar", "qual o melhor", "me diz uma rotina de produtos para minha pele" ou coisas deste tipo, seu comentário não será respondido! O Blog Vaidade Derme ajuda as pessoas de maneira geral, mostrando fórmulas, pareceres do blogueiro e outras informações pertinentes. Lembre-se: o blogueiro não é seu consultor de beleza pessoal!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...