terça-feira, 26 de maio de 2015

Queda Capilar Feminina | Até Quantos Fios É Normal Cair Nas Mulheres?

Olá pessoas vaidosas. Pode causar espanto, mas os dermatologistas garantem que a calvície feminina é um problema comum. A queda de cabelos tem as causas mais diversas e, entre as mais comuns, estão as mudanças hormonais, a genética e distúrbios como a anemia e o hipotireoidismo.

Queda de Cabelos Em Mulheres

Segundo o dermatologista Marcio Rutowitsch, chefe do setor de dermatologia no Hospital dos Servidores do Estado, cerca de 30% das mulheres com 50 anos têm algum grau de calvície. É preciso ficar atento aos sinais, já que a queda de cabelo no sexo feminino costuma ser diferente da no masculino, sendo raras as mulheres que ficam completamente carecas. O que acontece é um afinamento progressivo dos fios, geralmente a partir dos 30 anos.

Perda de até 100 fios por dia é normal
O dermatologista Celso Tavares Sodré, professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), alerta que as mulheres devem ficar atentas a alguns sinais especiais, já que, todo dia, as pessoas perdem cerca de 100 fios. Essa perda só preocupa se os fios começam a se acumular no ralo da pia ou do chuveiro, na escova, nas roupas ou no travesseiro.

Quando todo o cabelo fica mais ralo, caem tufos ou há um afinamento onde os fios são repartidos, é hora de procurar um médico. Os tratamentos respondem melhor quando a calvície está em fase inicial e vai variar de acordo com o tipo de queda. Para um diagnóstico completo, os médicos costumam recomendar exames clínicos e laboratoriais, como o tricograma (análise dos fios). Em alguns casos, é necessário fazer a biópsia do couro cabeludo.

Um dos tipos mais comuns de queda de cabelo é o eflúvio telógeno, caracterizado pela diminuição dos fios em toda a cabeça. A queda pode ser aguda ou crônica e geralmente é causada por febres altas, dengue, anemias (causadas por menstruações intensas ou deficiências nutricionais), dietas radicais, medicamentos e no pós-parto.

- Doenças endocrinológicas, como as da tireóide, e estresses importantes também podem fazer o cabelo cair. Em geral, o distúrbio se resolve espontaneamente ou em até seis meses quando a causa é corrigida - afirma Sodré.

Queda de Cabelos Em Mulheres

Alopécia androgênica atinge 1 em cada 5 mulheres
Outra causa comum é a alopecia androgênica - a calvície hereditária - que chega a atingir uma em cada cinco mulheres, de acordo com a Academia Americana de Dermatologia, nos Estados Unidos. Rutowitsch explica que, nesses casos, os fios da linha da testa são preservados e a mulher não ganha entradas, mas o cabelo da parte de trás e no alto da cabeça vai ficando mais ralo.
A predisposição genética é que vai determinar o grau de queda, mas o excesso de hormônios masculinos, muitas vezes elevados por problemas no ovário ou nas glândulas suprarrenal e hipófise, pode contribuir para o seu agravamento.

Tanto Rutowitsch como Celso Sodré alertam que, raramente, penteados, escovas, chapinhas e tinturas fazem o cabelo cair.

- Em geral, esses procedimentos provocam a quebra do cabelo, mas quase nunca vão provocar a queda. Mas a tração continuada de alguns processos, como os alisamentos e os penteados afros, podem provocar a perda definitiva dos fios - alerta Sodré.

Queda de Cabelos Em Mulheres

Tratamento com boa taxa de sucesso
Muitos tratamentos usados para combater a calvície masculina não podem ser feitos por mulheres, já que eles agem diretamente nos hormônios. Dependendo do caso, Celso Sodré recomenda medicamentos por via oral ou tópica que antagonizem a ação dos hormônios masculinos.
- Os resultados são variáveis. Em geral, conseguimos a diminuição, a estabilização ou mesmo a reversão parcial do processo. Na calvície, os resultados demoram no mínimo seis meses para serem observados e o tratamento é para sempre.

Fonte: Portal da SBD

5 comentários :

  1. Edu, bom dia.

    Tenho uma dúvida, mas não é com relação à esse post. Sendo assim, se você puder me ajudar, ficarei bastante agradecida.
    Procurando sobre o Derm AHA, encontrei seu blog e vi tbm esse post (http://www.vaidadederme.com/2012/07/redermic-da-la-roche-posay-o-melhor.html#comment-form) e fique bem interessada, porém, gostaria de saber se você sabe se esse produto foi descontinuado, pois eu procurei em diversos (muitos mesmo!) lugares e não encontro o Redermic +, somente o Redermic C e o R.

    Agradeço mto sua atenção.

    Caren

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O produto apenas mudou de nome! Redermic C ele se chama agora!

      Excluir
  2. Olá, gostaria de deixar meu depoimento, que pode ajudar algumas mulheres... Há alguns meses eu apresentava uma queda acentuada de cabelo... caia horrores na hora de lavar, pentear... por onde eu passava saia deixando cabelos (varrer a casa era um tormento, porquê achava vários pelo chão). Procurei uma dermatologista, e ela me examinou e disse que meu couro cabeludo era oleoso (uma surpresa pra mim, pq meu cabelo é seco. Quando disse isso ela concordou, mas disse que o couro cabeludo apresentava oleosidade e obstrução). Me prescreveu um shampoo específico e me mandou lavar os cabelos todo santo dia. Ademais a isso, me passou uma bateria de exames. Num deles, um dado apareceu alterado... era um dado não específico de alguma doença, mas que em pessoas com lúpus aparece alterado. Como um dos principais sintomas do lúpus é a queda de cabelo, ela achou melhor investigar, pra afastar essa possibilidade. Imaginem o meu temor... Ela me encaminhou a uma reumatologista, que solicitou exames específicos, e estes, graças a Deus, deram negativos. Estando tudo em ordem, todas as taxas, os hormônios, etc, concluímos que a causa era uma: oleosidade. Eu lavava meu cabelo poucas vezes por semana (2, 3 no máximo, justamente por ter o cabelo seco), porém eu me exercito, transpiro no couro cabeludo... e mesmo que o cabelo não fique molhado de suor, só aquela umidade prejudica. O remédio, acreditem, foi lavar mais vezes. Tanto que depois que comecei a lavar todos os dias (durante o tratamento), meu cabelo parou de cair milagrosamente! Hoje lavo sempre que noto que suei, ou um dia sim e outro não. E melhorou consideravelmente. Desculpem o post longo, mas quis alertar e dizer pra algumas mulheres procurarem ajuda, sempre, mas não se desesperem, as vezes a causa (e a solução) é mais simples do que parece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu caso é de fato bastante específico Camila, geralmente o motivo de queda não é este! Mas foi muito bom seu depoimento! Agradecemos sua contribuição! Um beijão!!!

      Excluir
  3. Gente, eu tinha um cabelo comprido pra baixo da cintura, fios grossos, e tinha bastante cabelo. Sempre tive bastante queda, mas nada com que me preocupasse, pois tinha muito cabelo. De algum tempo pra cá venho notando que meu cabelo está afinando, e ficando cada vez mais ralinho. Tenho que cortar a cada pouco, porque nas pontas fica muito fino e ralo. Logo, ele não fica mais comprido como uma vez. Ao ler esse post, me identifiquei com todos os sintomas. Hoje percebi que preciso mesmo consultar com um médico e tratar o problema o quanto antes. Não quero ficar careca! Meus cabelos eram o que eu mais gostava em mim.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO, antes de comentar:

Caso seu comentário seja de dúvidas pessoais, como: "o que usar", "qual o melhor", "me diz uma rotina de produtos para minha pele" ou coisas deste tipo, seu comentário não será respondido! O Blog Vaidade Derme ajuda as pessoas de maneira geral, mostrando fórmulas, pareceres do blogueiro e outras informações pertinentes. Lembre-se: o blogueiro não é seu consultor de beleza pessoal!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...