terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Ter Menos Peso é Sinônimo Verdadeiro de Beleza? Descubra que Pesar Mais (Músculos) é a Solução

Olá pessoas vaidosas. Aquele famoso peso ideal é o sonho de muitos homens e de praticamente todas as mulheres, sempre ouvimos as garotas dizerem que precisam perder alguns quilinhos extras, nunca está bom, e ai a história é a mesma, sofremos muito para conseguir aquele número na balança que julgamos ser a plenitude de um corpo em forma, logo depois, descobrimos que a pessoa do lado tem a nossa mesma idade, praticamente a mesma altura e 10 kg à mais, e por incrível que pareça, ela é definitivamente mais magra e com um corpo belíssimo. Realidade que acontece facilmente com homens e mulheres, mas que desgraça de vida é essa injusta? Vamos entender o porquê.

Massa Magra X Massa Gorda

O peso ideal nunca foi o corpo idealizado que sonhamos, perder peso não significa perder medidas, ficar com o corpo duro, ter curvas altamente desenhadas, barriga super sequinha e muito menos uma musculatura de invejar. A resposta para pessoas pesarem mais e serem mais magras é simples: Elas pesam mais músculos, a famosa massa magra, e você, pobre coitado ou coitada, pesa relativamente pouca gordura e nada de músculos. Ainda não pegou direito a causa disso? Vamos lá, na imagem abaixo mostra a extrema diferença do peso de um músculo e da gordura, ambas pesam iguais, mas para se obter o mesmo peso, é preciso uma quantidade maior de banha para equiparar ao peso da massa magra.

Massa Magra X Massa Gorda

Massa magra é saúde, é definição, quanto mais músculos temos, vida mais longa podemos ter, metabolismo mais rápido e físico inteiramente mais resistente, entre outros inúmeros benefícios que não irei citar aqui. A regra para obter um percentual de gordura realmente baixo, estilo atleta e ter massa muscular bem desenvolvida é única e nada fácil. No geral, essas pessoas se exercitam de forma correta, pegam pesado nos treinos, fazem exercícios de curta duração, porém com pesos que desafiam a eles mesmos, essa regra é para homens e mulheres, porém ter uma diária bem planejada de treinos não é o principal, você pode passar pelos treinos de força e resistência nos primeiros meses e enfim chegar nos treinos de hipertrofia, obaaaa, agora o tempo dentro da academia será curto, as séries mais curtas e muito peso com movimentos perfeitos e 'esmagamento' da musculatura para que eles cresçam e fiquem duros e grandes, só isso? Não, na verdade isso representa uma pequena parte para o sucesso de pesar mais e ter um corpo mais afilado e saudável.

O passo mais importante é a dieta, mas vocês devem estar pensando que dieta todo mundo sabe fazer, é só comer pouco e tentar se alimentar de coisas mais saudáveis... Não é bem assim, dietas para atletas amadores ou profissionais se baseiam em algo bastante restrito, no geral, se come muita proteína magra, como peixes e peito de frango, azeite extra virgem, amêndoas, ovos, vegetais variados, poucas frutas e muito das vezes consumo de apenas alguns grupos de frutas em quantidades pequenas e batata doce. Mas é claro que isso varia muito, alguns optam pela dieta Low Carb e suas variáveis, outros pela dieta Paleolítica, outros montam junto com profissionais dietas mais pesadas em carboidratos, outros vão dar preferência a dietas ricas em gordura natural, como bacon, carnes mais gordas, queijos e castanhas e consumir de 30 à 50 gramas de carboidratos de indicie glicêmicos baixos, como a batata doce, por isso que quase todos praticantes de musculação e que levam isso tudo a sério comem pelo menos uma batata doce ao dia. 

Massa Magra X Massa Gorda

E a açúcar refinada? E a feijoada? Milhos? Óleos vegetais? Soja? Bolos? Bebidas alcoólicas? Os 99% dos alimentos industrializados? Isso dentre tantas outras coisas na esmagadora maioria não faz parte da dieta nem em sonho, no máximo uma refeição semanal para matar a saudade de um alimento qualquer. Entendem o sucesso de um homem  de 1,75 de altura e 80 kg ter um corpo muito mais ideal do que um outro carinha com estrutura igual, que pesa 10 kg à menos e ainda assim é barrigudo? E como se não bastasse um treino estratégico e uma dieta muito restrita, o descanso entra como a terceira regra básica para ganhar um corpo definido, afinal, não é na hora que se treina que os músculos vão definir, e sim durante o sono. Para entenderem melhor sobre tudo isso, uma boa pesquisa na internet sobre o tema vai ajudar.

Lógico que se seu caso for realmente obesidade e estiver muito acima do peso, a questão é outra, não vá confundir as coisas.

Agora vamos as fotos que provam com toda certeza que pessoas que antigamente pesavam menos e hoje pesam mais possuem de fato o corpo ideal, mesmo aumentando o peso, reparem no geral que a versão mais magra dos famosos apresentam os detestáveis pneus, uma leve barriguinha entre outros problemas estéticos:

Nick Jonas
Nick Jonas

 Viviane Araújo
Viviane Araújo

Chris Evans 
Chris Evans

Nicole Bahls
Nicole Bahls

Kellan Lutz
Kellan Lutz

Carol Belli
Carol Belli

 Henry Cavill
 Henry Cavill

Gusttavo Lima
Gusttavo Lima

 Sabrina Sato
Sabrina Sato
  
Zac Efron
Zac Efron

Mais Um Pouco de Reflexão: Será que essas pessoas que já eram relativamente magras ou totalmente magras hoje pesam menos que antes? Claro que não!

Antes e Depois da Musculação

Antes e Depois da Musculação

Antes e Depois da Musculação
Gordura no Corpo: Veja uma média de como o percentual de gordura no corpo interfere nas curvas, lembrando que no caso mais baixo de gordura do homem e da mulher (primeira foto de ambos os sexos), só é possível com drogas e em épocas de competição apenas:

Mulheres naturalmente tem mais gordura que os homens, vejam os números.
Percentual de Gordura

Massa Magra - A Chave Para o Controle de Peso:
Aqui segue um texto rapidinho do médico Divino A. Luiz Júnior em seu blog CardioMove

O nosso gasto calórico diário é constituído de algumas variáveis: taxa metabólica de repouso + efeitos termogênico dos alimentos consumidos + energia despendida de atividades diárias + energia despendida nas atividades físicas intencionais.

A taxa metabólica basal é o nosso gasto calórico diário com atividades basais, ou seja, a energia que nos mantém vivos, a energia gasta para o funcionamento do organismo. Em média representa cerca de 60-75% do nosso gasto diário. Esse metabolismo varia de acordo com o sexo, idade, peso e massa magra corporal. E é aqui que entra o X da questão.

A massa magra é constituída pela massa isenta de gordura, e um de seus representantes importante é a musculatura. Aumentar a quantidade de músculo no corpo é contribuir com o aumento da massa magra. E aumentar a massa magra corporal é aumentar o gasto calórico diário!

Mas quanto há de aumento no gasto calórico?

Há vários estudos que comprovam o maior gasto calórico da massa magra em relação a massa constituída de gorduras. O livro de Fisiologia do Exercício – 7ª Edição traz como informação que a cada 454g (1 libra) aumentada na massa magra há uma elevação na taxa metabólica de repouso/basal em 7 a 10 Kcal ao dia (ou, fazendo os cálculos, cada 1Kg de massa magra representa um aumento, em média, de 15 a 22 Kcal ao dia*).

Traduzindo em números:

Imagine um indivíduo X que pesa 80 Kg

Vamos supor que ele tenha uma porcentagem de gordura na ordem de 25%

Logo o indivíduo X vai possuir 20 Kg de gordura e 60 Kg de massa magra.

Agora imaginemos que esse indivíduo fez treinamentos com ganho de massa muscular e redução percentual da massa gorda para ordem de 10%

Logo o indivíduo X tem agora 8 kg (10% de 80Kg) de gordura e 72Kg de massa magra.

Observe que houve um ganho de 12kg em massa magra (com conseqüente redução em 12Kg da massa gorda).

* Para efeitos de cálculos estou assumindo um valor dentro do intervalo e que facilite as contas – vou adotar 20 Kcal  por cada 1Kg de massa magra aumentado.

Esse “ganho” de 12kg de massa magra representa um aumento no metabolismo basal de 240 Kcal diários!

Parece pouco, mas vamos refletir:

- Esse aumento representa um gasto calórico adicional de:
7.200 Kcal por mês
87.600 Kcal em um ano

Se a cada 7.700 Kcal economizadas a gente perde 1 Kg na balança, 87.600 kcal representa uma economia de mais de 11 Kg nesse indivíduo.

Na teoria e nesse exemplo específico, esse indivíduo treinado, com essa baixa porcentagem de gordura corporal, pode comer até 87.600Kcal a mais no ano em relação ao que comia anteriormente sem necessariamente ganhar peso! É uma alteração muito importante para ajuda do controle de peso no longo prazo.
Massa Magra X Massa Gorda

Além dos benefícios de aumentar o gasto calórico a massa magra tem a vantagem de ser mais densa que a gordura. Isso significa menos volume (densidade = massa/volume).

Pessoas com o mesmo peso, mas com mais massa magra vão ter aparências físicas bem mais enxutas.

Como vimos há uma grande vantagem em buscar um aumento da massa magra e isso pode e deve ser buscada por todos. Mesmo pacientes com doenças cardiovasculares podem ser submetidos a atividades físicas de resistência, acompanhadas e orientadas por um médico, com intuito de ganho de massa muscular.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

ATENÇÃO, antes de comentar:

Caso seu comentário seja de dúvidas pessoais, como: "o que usar", "qual o melhor", "me diz uma rotina de produtos para minha pele" ou coisas deste tipo, seu comentário não será respondido! O Blog Vaidade Derme ajuda as pessoas de maneira geral, mostrando fórmulas, pareceres do blogueiro e outras informações pertinentes. Lembre-se: o blogueiro não é seu consultor de beleza pessoal!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...